Experimentando a Loucura – O Estranho Mundo de Zofia

Mais polêmico que a morte da Hannah Montana, que dividiu mais opiniões do que crepúsculo, com a histórias mais sem sentido do que o dadaísmo. Esse é O Estranho Mundo de Zofia e Outras Historias, um livro com a junção de 9 contos escritos por Kelly Link.

cat-gifOs leitores que se expressaram na internet e no Skoob, variavam entre “decepção louca” pra “apaixonada pela loucura”.Cada conto é único e independente, variando entre uma combinação de ficção científica, fantasia, horror, mistério, realismo e mais fantasia. Um puro livro de surrealismo ou dadaísmo, depende de seu ponto de vista, você pode encontrar sentido, filosofias entre as linhas, ou uma grande bagunça sem sentido. É um livro peculiar e mágico, que cada um interpreta de maneira inteiramente única. São em sua maioria boas histórias. Algumas poucas ficam ali entre o mediano para fraco que você vai ter vontade de queimar algumas paginas, mas a maior parte está acima da média.

“Apaixonei-me por Jake porque ele ficou contando piadas infames para Natalie e disse a Natasha que gostava da calça jeans dela. E também porque acompanhou minha avó até a casa dela e, depois, a mim até a minha. Eu me apaixonei por Jake quando ele não tentou me beijar. (…) A maioria dos caras acha que é melhor nisso do que realmente é. (…) Mas Jake não tentou me beijar. Em vez disso, deu-me apenas uma abraço bem apertado, aproximou o rosto dos meus cabelos e suspirou.” p.12 (A bolsa mágica)

tumblr_ln86vxZ1T31qahplio1_500Originalmente, sua primeira edição se chamava “Magica para iniciantes” com uma capa completamente diferente. Uma curiosidade sobre a autora, é que na orelha pode-se ler a frase que ela escreveu para um concurso com a seguinte pergunta  “Por que você quer viajar ao redor do mundo?” Link acabou ganhando a viagem com a seguinte resposta “Porque não se pode passar por dentro dele.”

“De acordo com o amigo de Sabonete, Mike, que também estava na prisão, as pessoas se preocupavam demais com zumbis e pouco com os icebergs, mesmo estes últimos sendo reais.” p.140 (Plano de contingência contra zumbis)

“Treze anos depois de se encontrarem pela primeira vez em uma festa de uma médium conhecida e alcoviteira, […] estava claro para os dois, Alan Robley (vivo) e Lavvie Tyler (falecida), que havia coisas piores do que a morte. O casamento dele estava mais morto que uma maçaneta.” p.159 (O grande divórcio)

tumblr_ndrzlpECke1tr4gulo1_500Ao ler, me enchi de uma alegria louca contagiante e gostosa, consegui rir muito da loucura. Não esperava nada do livro, alem a capa ser linda e eu ter comprado sem expectativa alguma. O usuário do Skoob “ACarvalho” escreveu que “Kelly Link cria histórias que podem parecer estapafúrdias, mas que são na verdade charadas em que ela nos desafia a tentar enxergar além do óbvio.” o que grande parte de mim concorda, mas não pode-se deixar de lado que as vezes vemos formas de animais em nuvens que não foram propositais.

“Jeremy sempre se perguntou que tipo de seriado os personagens dos seriados assistiriam. Personagens de televisão quase sempre têm cortes de cabelo melhores, amigos mais engraçados, atitudes mais simples em relação ao sexo. Eles se casam com mágicos, ganham na loteria, têm casos com mulheres que carregam pistolas em suas bolsas. Coisas curiosas acontecem com eles de hora em hora. Jeremy e eu podemos nos conformar com seus cortes. Nós só queremos saber sobre os seriados.” (Mágica para Iniciantes)

tumblr_lid8hgasuv1qaj5jro1_500_large_by_pictonianproductions-d67kc1vOs contos são, como eu já disse, loucos! Totalmente nonsense, mas que eu consegui tirar muita inspiração e perspectiva. Pensando depois esse livro talvez venha para literatura como a Fonte de Duchamp para arte, uma coisa que é o que é, alem de todas as simbologias expostas e pré estabelecidas, porem, o que mais vai contar é a subjetividade que você vê nele, como um sonho que pode ou não ter significado, e se tiver ninguém vai poder ver por você. É como estar em uma roda de amigos chegados que falam bobagens e riem de coisas que em estado normal de espírito você reviraria os olhos, é coisas de momento de espírito.

“Os zumbis eram como os canadenses, no sentido de que se pareciam com pessoas normais no começo, para enganar a todos.” p.35 (O hortlak)

O estilo de Link também é carregado de ironia, e vem cheio de interrupções nas quais o narrador para e faz algum comentário com o leitor, seja para avisá-lo do que vem a seguir, seja para dar uma outra visão sobre a história que está sendo contada. Como acontece em um dos melhores contos, Pele de gato, no qual a autora alerta: “Se estiver esperando por um final feliz nesta história, talvez seja melhor parar por aqui e ficar imaginando essas crianças, seus pais e o reencontro deles.”tumblr_mrfza4ma8I1sckm7co1_500

As vezes eu simplesmente me
irritava e esperava um final para o conto, virava a pagina e parecia que alguém tinha cortado a história pela metade e já começava outra. Eu queria uma explicação, eu queria um porquê. Mas como a vida, a gente tem que se agarrar no que tem e agradecer pelo que já entendeu e não abusar da sorte da mãe da vida.

“Mas claro que há pessoas que gostam de moda e fingem estar mortas, e mortos espertos que roubam os cabelos das pessoas vivas. Por isso, pegar uma mecha de cabelo de alguém e colocar na própria bolsa é um insulto mortal, a menos que tenha sido convidado a fazê-lo.” p.57 (O canhão)

Por fim, não leia. Ou leia. Não quero ser responsável por sua animação de comprar o livro e depois o odiar, ou de você ter lido e amado tanto que minhas palavras foram um insulto.

o-estranho-mundo-de-zofiaInformações técnicas: Resenha O Estranho Mundo de Zofia e Outras Historias
Titulo: O Estranho Mundo de Zofia e Outras Histórias
Autor: Kelly Link
Gênero: Nonsense/Fantasia
Ano: 2010
Páginas: 264
Editora: Leya Brasil
Sinopse: Um livro maravilhoso, que ultrapassa os limites da imaginação! Que tal encontrar um mundo inteiro numa bolsa? Ou jogar pôquer com parceiros, digamos, apocalípticos? O livro que você possui nas mãos nada mais é do que o fantástico e mágico mundo de Kelly Link, uma das autoras mais consagradas da atualidade. Considerado o melhor livro do ano, “O Estranho Mundo de Zofia e Outras Histórias” permeia os limites da imaginação dos que se permitem ser transportados a um mundo fabuloso, cheio de estranhas criaturas, coelhos, jogos muito estranhos, fantasmas, zumbis, feiticeiras, amores e heróis.
Deixe-se levar pelas encantadoras histórias deste livro. Afinal, quem precisa de realidade? “O Estranho Mundo de Zofia e Outras Histórias” é a prova de que sonhar define o tamanho do poder da criação.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Experimentando a Loucura – O Estranho Mundo de Zofia

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s