Fluente em Internetês

(Texto em Internetês)

Pode ser feio p alguns, pode, pode aparentar preguiça, pode tb. Mas ñ se pode negar q esse novo “idioma” q ta surgindo nas redes é algo totalmente orgânico, ou seja, criado de forma espontânea e criativa.

giphy (12)Nessa nova realidade, a rapidez e informalidade foram alguns motivos responsáveis por essa abreviação maluca das palavras mais corriqueiras, e o uso de símbolos e emojis como parte da comunicação. Mas ela ñ começou agora, como tudo q acontece ñ acontece de uma h pra outra, mas sim consequências de algo começado a algum tempo atrás. No fim da década de 60 e início da de 70, abreviar já era hábito para os jovens.

4SdNAZB

Outra coisa bacana q veio com essa internet, são as expressões, como cão chupando manga, ta no bico do tuiuiú etc. O forninho caiu, Eita Geovana, queria star morta.

Ñ é um mistério pra td mundo q o português é as vzs difícil d+ pra gt seguir a risca td as h do dia. Muitas outras mudanças acontecem quando o brasileiro usa o português para se comunicar, como a omissão do “r” no infinitivo dos verbos; vou falá, vendê, parti.

O Twitter, um dos sites mais utilizados do mundo para comunicação e propagação de noticias e acontecimentos em tempo real, tem a característica de ter somente 140 caracteres para escrever um tweet, então é tão pouco que não dá nem pra ficar enfeitando com essas coisas de pontuação e acentuação.

Tb ñ podemos esquecer do principal q veio com essa linguagem, os emoticons, aquelas carinhas amarelas que passaram a representar as emoções de quem está falando, já q a comunicação não é cara a cara. Essa moda pra muitos começou lá no MSN e nos bate papos, e que sofreu grande mudança desde então. Mas a popularidade foi tanta, q os códigos usados para enviar esses ícones ainda carregam seu significado.

Uma curiosidade é q os emojis do Wpp (whatsapp) foram criados com base na cultura oriental, então alguns emojis foram totalmente resinificados para a cultura e linguagem do brasil.

Td isso pode ser impressionante e mt bacana e criativo, mas temos q ter em mente q a fala legal de vlw flw tem um lugar próprio, a rede.
p3njadO bom senso ta ai pra dizer aonde cada forma de linguagem tem q ser usada.  Evanildo Bechara, um acadêmico da área de linguística diz q “É preciso sermos poliglotas dentro da nossa própria língua”.

A questão da língua é q ñ existe o certo e o errado, a ordem padrão da ortografia só existe pra garantir pleno entendimento da mensagem. Assim, o crucial da língua são as pessoas que a utilizam como meio de comunicação. Ignorante não é a fala “errada” dos caipiras, mas as pessoas q os zombam.

Existem lugares para regras, e quando o ambiente é o social temos mais liberdade de se expressar. Sabemos que o Internetês não é uma linguagem fácil de compreender pra quem está de fora, então apesar de tudo não devemos descartar a linguagem formal, e como disse Sérgio Porto  “quem gosta de doce-de-coco sabe a importância de um circunflexo”

Acordo Ortográfico

O mais importante é o pleno entendimento da informação, e até agora quem tem cumprido esse papel é a linguagem padrão. Mas também não devemos esquecer que o português e suas (MUITAS) regras mudam (E MUITO), por exemplo, os acentos que caíram há  pouco tempo atrás, e tb não usamos mais muitas das expressões e construções gramaticais do século XVI, ninguém mais chega no outro com um “vosmicê” mas o simples você.

0000003647

Anúncios

8 pensamentos sobre “Fluente em Internetês

  1. Confesso que não gosto do rumo como as coisas estão andando com uma galera aí se comunicando apenas com emoticons, parece que voltamos com os sinais pictográficos de vez, mas o que me incomoda nisso é a falta de significado geral que pode ter, é muito fácil as pessoas se desentenderem assim, e já tá difícil pra galera saber interpretar texto, o que dirá com imagens, um coisa que complementa acaba virando a única forma de enviar a mensagem. Gosto de poder abreviar o necessário, mas tb entendo que isso eventualmente empobrece a língua e até o pensamento, a gente vai perdendo a capacidade de se expressar com clareza, e o que era pra facilitar acaba complicando, lembrando de leve a novilíngua de Orwell. Como tudo na vida o excesso estraga e o bom senso só ajuda, mas tá difícil achar bom senso na internet por esses dias.

    Curtir

  2. Ai c faz isso e vm o inergumino do cacete discutir contigo dzndo que vc é analfabeto e ñ sabe escreve… pessoas de mente estreita da qual não abrem nem um espaço novo para aprender algo novo que se difere de sua cultura formal.

    Curtir

  3. Um post bem legal!
    EU já fui mais adepta ao internetês. Lá nos idos do icq, depois do msn… rs (olha a pessoa revelando a idade). Acontece que, algumas novidades nessa linguagem começaram a me irritar por parecerem exagero. Digo, deixaram de ser uma forma de abreviar as palavras e encurtar o tempo de digitação e viraram algo que, aos meus olhos, parecia uma distorção proposital do português. Deve ser chatice minha, mas não gostava nada disso! Juntou o fato de que eu comecei a trabalhar com Mídias Digitais e, mesmo nesse universo, não deveria ficar usando tanto o internetês. A cada dia, aprecio mais ainda um português correto e um texto bem escrito e bem pontuado, hehe 🙂

    Curtir

  4. Concordo! Infelizmente a internet é uma das principais formadoras de pessoas com uma escrita não tão agradável de se ler. O que deveria ser ao contrário, convenhamos. Só tenho uma certa pena das muitas crianças de hoje em dia que vão crescer com esse tipo de escrita que adquiriram aqui.

    Curtido por 1 pessoa

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s