Cade as mulheres? – Teste de Bechdel

Existe uma coisa que acontece, e que muitas pessoas não entendem. Existe uma padronização e uma reprodução de atitudes que diminuem mulheres, que as pessoas não entendem. Nem mesmo as próprias mulheres. Não quero citar nomes de movimentos nem giphy (5)entrar na luta militante. Quero apresentar para você algumas coisas que tenho observado e tem me incomodado como unha encravada.

Existe um teste que se chama Teste de Bechdel. E ele foi criado por uma ilustradora e cartunista chamada Alison Bechdel para mostrar, pra quem não vê, como as mulheres, que são mais da metade da população, são deixadas de lado em filmes e outras obras. Tudo de uma forma estupidamente simples. E  para passar nesse teste, o filme/livro/quadrinho tem  que cumprir apenas 3 regras, e elas são:

  1. Deve ter pelo menos duas mulheres,
  2. Elas devem conversam uma com a outra,
  3. Sobre qualquer coisa que não seja um homem.

Bem ridículo né? Existem muitas mulheres nesse mundo que falam de tudo, isso deveria ser mostrado em qualquer lugar né? Uma cosia tão natural quanto respirar é ter duas mulheres conversando sobre qualquer coisa.

O que choca é que existem TANTAS obras que não passam, filmes de diversas categorias, interpretados ou não por mulheres para ou não mulheres. E para deixar tudo isso mais claro, existe até um site chamado Bechdel Test, que mostra quais filmes passaram ou não.

E eu te pergunto, o que está acontecendo? Porque tantos filmes ou obras inocentes não tem capacidade de explorar mais mulheres em seus roteiros?

giphy (4)Porque existe ainda aquela velha ideia de que uma pessoa útil e hábil consequentemente possui um órgão reprodutor fálico. E todos nos somos infectados por essa ideia, não é um grupo restrito que fala mal de mulheres que não se depilam. É todo mundo. Quer ver como?

Feche os olhos e imagine determinado personagem: Que possui uma grande inteligencia, e há algum tempo trabalha com atividades manuais, e  é feliz em sua utilidade para a sociedadeMuitos poucos imaginaram uma confeiteira, uma artesã ou uma cozinheira. A primeira coisa que vem no pensamento da maioria das pessoas é um homem exercendo qualquer profissão. giphy (2)

É um problema que não possui um culpado direto, é uma cultura que se propaga como qualquer outra e que pode contribuir para a inferiorização das mulheres. E se você pensar nisso de modo simplificado, em algumas obras cinematográficas ou literárias a mulher é tão descartável que não tem nem espaço pra dizer qualquer coisa para outra mulher, mesmo que for um “Que belo dia!” ou “Nossa que merda”.
Tem muitas pessoas que dizem que isso é frescura e  um“mimimi”. Mas você, vendo isso e mesmo reconhecendo que são ótimos filmes, não se sente um pouco incomodado?giphy (6)

Eu tenho observado isso em diversos livros. Livros ótimos, muitas vezes escrito por mulheres, que ainda são cheio de personagens homens e que utiliza a mulher só como um acessório para um homem satisfazer suas luxurias ou algo do gênero. Como exemplo, vou mostrar um livro que eu amei, dei 5 estrelas e que foi escrito por uma mulher. E que, apesar de tudo, não sobreviveria ao teste. Que é Em algum lugar nas Estrelas.

Eu me deparo muito com esse tipo de estigmatização, pois eu tenho a irritante mania de sempre procurar algum personagem para me identificar,  e como sou mulher, esse personagem tem de ser mulher também para acontecer de forma mais profunda. Então imagine o choque de ler algo belíssimo, escrito por uma inteligente mulher onde não possui uma unica mulher tridimensional o suficiente como os outros, para eu me apegar.

giphy (7)

Muitos livros que são ótimos, passam sem ter uma unica mulher capaz de ter personalidade, mesmo que minima, para existir uma identificação. E quem dirá existir duas delas que falem de algo alem de homens.

Gostaria de pontuar novamente que esse teste não diz que qualidade é sinônimo de uma obra com 100% dos protagonistas femininos, nem  que ao reprovarem suas qualidades e prestígios diminuem. Mas sim pra propor uma discussão, não acerca do roteiro das obras, mas sim do que estamos criando e o que podemos fazer para mudar essas características ruins que carregamos através da historia por nossa cultura. Mulheres são mais da metade da população do mundo, e ainda não conseguiu se colocar do lado do homem em vários critérios. Talvez, só talvez, se começarmos a mudar coisas minimas, as grandes venham em consequência.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s