Filha da Floresta – Resenha

Eu te convido a mergulhar no mundo céltico, onde sétima filha de um sétimo filho tem um poder especial, um lugar onde uma ciumenta esposa pode transformar seus enteados em cisnes um lugar onde os poderes mágicos da natureza se interlaçam com o mundo humano.

fosreA filha da floresta é o primeiro volume da série Sevenwaters, e vai contar inteiramente a jornada de vida da jovem Sorcha. Com o plano de fundo a irlanda intocada pelos bretões, onde druidas vivam e caminhavam pelas florestas e as criaturas encantadas não eram ameaçadas. Sorcha de apenas 12 anos presencia seus 6 irmãos serem amaldiçoados pela sua madrasta a Lady Oonagh. Seus tão queridos irmãos são transformados em cisnes, chocada ela busca de todas as formas um jeito de reverter esse feitiço, e para sua esperança há um jeito. Mas ele vem com muito sacrifício e esforço.

“Você vai descobrir, filha da floresta. Através de dor e sofrimento, de grandes obstáculos, de traição e perda, você seguirá seu caminho.”

swanNunca li uma escrita tão magica e apaixonante como a de Juliet Marillier. Nesse livro ela te indus nesse mundo magnifico com uma sensibilidade marcante. Optando por contar a historia de vida da mais nova dos irmãos, ela nos faz acompanhar como deveria ser a vida daqueles que cultuavam a natureza e o pagão, a primeira transição antes da caça aos custumes e crença celtas para a proliferação da fé cristã. Eu já me sentia de alguma forma conectada com esse universo, e foi com esse livro que eu comecei a compreender o que era tal coisa e de onde vinha as referencias.

“(…) Sempre imagino nós sete como membros de um corpo. Podemos estar separados e ter a impressão de que não há futuro para nós. Podemos seguir caminhos diferentes, cair, quebrar e voltar a ser inteiros novamente. Mas no fim, tão certo quanto o sol e a lua atravessam o arco dos céus todos os dias, a força de um será a força dos sete.”

tumblr_nmnlb7JLZn1sjoq1co1_500Sorcha é uma menina muito dedicada, quando busca para trazer seus irmãos de volta ela desiste de sua infância e inocência. Sendo brava e corajosa todo o caminho. É muito reconfortante ver uma personagem tão forte e ao mesmo tempo querida, e que como a narrativa se passa ao longo de sua vida, vamos nos conectando com ela e torcendo para tudo se dar bem para ela.

“E talvez eu não fosse o sétimo filho de um sétimo filho como nos contos, dotado de poderes mágicos e protegido pelos Seres da Floresta, mas cresci entre meus irmãos, que me educaram da melhor maneira que puderam.”

tumblr_o6emi36pT51ulo0ooo1_500Toda a narrativa é envolvente, muito bem traçada e interligada. Apesar de longa, não se torna arrastada ou maçante.  A cada capitulo uma novidade que te deixa extasiado, até o fim do livro. Com partes cruéis e partes alegres, esse livro, apesar de flertar com os contos de fadas, não poupa informações horrendas e pesadas para crianças. Confesso que em determinado ponto no meio da historia eu paralisei e cogitei abandonar, de tão revoltada e enjoada que eu me encontrava. Mas continuei e no fim agradeci não ter abandonado.

“Sorcha é o elo que nos mantém unidos. Sem ela, somos como folhas ao vento, soprados sem destino. Somos fortes, sem dúvida, cada um de nós a sua maneira… Mas somente Sorcha pode nos levar para casa.”

tumblr_o5jek8I1eQ1ulo0ooo1_500Os personagens são bem construídos e vemos e sentimos suas peculiaridades e características, tantos os bons quanto os maus. Com um foco mais para o par romântico de Sorcha, que vai deixar os corações apaixonados suspirando.

É um dos meus livros preferidos da vida, um daqueles mágicos, encantados mais adultos e com muito sofrimento. E por tudo que ele é um indico a todos que se interessam pela cultura mágica celta, por romances “medievais”, personagens fortes, historia arrebatadora, enfim para quem curte um bom livro.

Informações técnicas: Filha da Floresta, resenha

filhadaflorestaTitulo:Filha da Floresta, Trilogia Sevenwaters # 1
Autor: Juliet Marillier
Ano: 2012
Páginas: 616
Editora: Butterfly Editora
Sinopse:O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos com seus longos mantos…
Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era lei e a magia uma força da natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos, vítimas de uma terrível maldição que somente Sorcha é capaz de quebrar. Em sua difícil tarefa, imposta pelos Seres da Floresta, a jovem se vê dividida entre o dever, que significa a quebra do encantamento que aprisiona seus irmãos, e um amor cada vez mais forte, e proibido, pelo guerreiro que lhe prometeu proteção.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Filha da Floresta – Resenha

  1. Oi, Beatriz! Tudo bem?
    Eu até imagino qual foi a parte que te enjoou e fez pensar em desistir do livro. Eu tive a mesma reação.
    Mas apesar disso, realmente é uma narrativa que te prende o livro todo. E Sorcha é uma personagem fantástica.
    Você falou de contos de fadas, sabia que a história é baseada em um conto do Hans Christian Andersen, The Wild Swans? Se não me engano tem uma versão dos Grimm que chama The Six Swans também…
    Beijos,

    EscrevendoAsas.com

    Curtir

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s